Carta comunicando fechamento da Cllínica de Neurologia do Hospital Santa Teresa

Ilma. Sra. Eliane Vieira Stahelin

MD Secretária Geral do HST

São Pedro de Alcântara, 29 de Abril de 2011.

Prezada Sra. Stahelin:

Cumprimentando-a mui cordialmente, gostaria de lhe comunicar o encerramento das minhas atividades profissionais nesta casa no dia de hoje. Por esta razão solicito providenciar minha imediata liberação e retorno ao órgão de origem, o Ministério da Saúde.

A senhora, assim como todos os funcionários dignos desta instituição que tive o privilégio de conhecer, bem sabe da natureza da minha luta. Mais uma vez os interesses da sociedade – transformação do HST em uma casa voltada ao atendimento de pessoas sofredoras de transtornos neurológicos diversos – foram inviabilizados por politicagem da pior espécie.

Por outro lado, é lamentável perceber a sua psiquiatrização, por completo, como alternativa ao nosso projeto original. Saliento nada ter contra esta especialidade; porém, há diversos serviços públicos de Psiquiatria em nosso Estado e raríssimos voltados a Neurologia. Aliás, somente energúmenos não são capazes de perceber a demanda social crescente por Clínicas Neurológicas de qualidade em Santa Catarina.

Rogando que os responsáveis percebam o equívoco e desenvolvam reais Políticas de Saúde, despeço-me. Agradeço a senhora e a todos os qualificados trabalhadores desta casa pela solidariedade expressa nos sete anos de convívio; sempre muito agradável e produtivo.

Dr. Paulo César Trevisol Bittencourt

Professor de Neurologia da UFSC e Membro Titular da Academia Brasileira de Neurologia

P.S.: Quanto ao destino que será dado aos pacientes usuários da clínica de Neurologia, confesso, estou deveras preocupado. Mas, o que fazer? À senhora diretora, pessoa ardilosa e ignóbil, que sempre ponhou enormes dificuldades para nosso trabalho, caberá o ônus de lhes oferecer uma alternativa. Todavia, ouso sugerir que eles sejam encaminhados para atendimento nas tais clínicas de referência. Na eventualidade de nada encontrarem, hipótese bem verossímil, que dirijam suas queixas ao senhor Secretário de Estado da Saúde ou ao senhor Governador; os quais deveriam saber que com colaboradores desta qualidade, adversários são dispensáveis.